"A todos os visitantes de passagem por esse meu mundo de cores tão intensas... lhes desejo um bom entretenimento, seja através de textos com alto teor poético, das fotos de musas que emprestam suas belezas para compor esse espaço ou das notas da voz fascinante de Petra Magoni... que nem vejam passar o tempo e que voltem nem que seja por um momento!"

20 de jun de 2011

Foto do post... (desconheço autoria)




entra tão pouca luz no quarto,
o ocre antigo das paredes desliza pelo chão
e despe-se nas minhas pernas,

não sei se o sol nasce ou morre,
no meu corpo indecifrável
o mundo parte devagar

e os sons para trás acomodam-se no meu ouvido
como finos vapores húmidos,
sem dia, sem noite, apenas as horas ficam,

e o meu peito adormece.

Alma Kodiak

2 comentários:

  1. Que imagens perfeitas! que poesias linda>Olá tudo bem?como vai? Espero que estejas bem.
    Abração fraterno

    ResponderExcluir
  2. Há alturas na vida que a vida deixa de se sentir como tal. Tudo pára. Mas a poesia aconchega e as palavras ecoam nos sentidos.
    Um beijo querida Helena.
    oa.s

    ResponderExcluir

Nem sempre as poesias que posto tem a ver com o que estou passando ou sentido. Muitas vezes posto uma poesia pela sua beleza, ou então porque me toca, ou porque, de uma certa forma, me identifico com as palavras do poeta, e as visto.
Vista-se também!...