"A todos os visitantes de passagem por esse meu mundo de cores tão intensas... lhes desejo um bom entretenimento, seja através de textos com alto teor poético, das fotos de musas que emprestam suas belezas para compor esse espaço ou das notas da voz fascinante de Petra Magoni... que nem vejam passar o tempo e que voltem nem que seja por um momento!"

11 de set de 2011

Foto do post... Marilyn Monroe




aprendi com as flores
o que Narciso
não aprendeu com o lago

a beleza é tão efêmera
quanto frágil

tão superficial
quanto volátil

tão banal
quanto conceitual

tão sedutora
quanto dissimulada

sim...
foram as flores
que me ensinaram

a crueldade

do tempo
e do vento

Ednilson de Paulo

2 comentários:

  1. Olá Helena
    Bela escolha...poesia bonita
    E a foto de Marilyn complementou a beleza da postagem
    "a beleza é tão efêmera
    quanto frágil"...
    Uma curta frase com uma boa reflexão.

    Beijos Helena e uma feliz semana prá você.
    Visitar seu blog é sempre prazeiroso, muito lindo. ^^

    ResponderExcluir
  2. A poesia torna-se ainda mais bela mesclada do aroma das flores, mas sim, a beleza é efemera apenas a interior é imortal.

    Beijos querida amiga
    oa.s

    ResponderExcluir

Nem sempre as poesias que posto tem a ver com o que estou passando ou sentido. Muitas vezes posto uma poesia pela sua beleza, ou então porque me toca, ou porque, de uma certa forma, me identifico com as palavras do poeta, e as visto.
Vista-se também!...