"A todos os visitantes de passagem por esse meu mundo de cores tão intensas... lhes desejo um bom entretenimento, seja através de textos com alto teor poético, das fotos de musas que emprestam suas belezas para compor esse espaço ou das notas da voz fascinante de Petra Magoni... que nem vejam passar o tempo e que voltem nem que seja por um momento!"

15 de nov de 2011

Foto do post... Mariana Ximenes




Violoncelo

Chorai, arcadas
Do violoncelo!
Convulsionadas,
Pontes aladas
De pesadelo…

De que esvoaçam,
Brancos, os arcos…
Por baixo passam,
Se despedaçam
No rio, os barcos.

Fundas, soluçam
Caudais de choro
Que ruínas, (ouçam)!
Se debruçam,
Que sorvedouro!…

Trêmulos astros…
Soidões lacustres…
- Lemes e mastros.
E os alabastros
Dos balaústres!

Urnas quebradas!
Blocos de gelo…
- Chorai, arcadas,
Despedaçadas,
Do violoncelo.

Camilo Pessanha

2 comentários:

  1. Um poema que musicaliza a alma, gostei muito.

    Beijinhos Helena
    oa.s

    ResponderExcluir
  2. Bom dia...amada,linda,encantadora,maravilhosa,espetacular,divina,deslumbrante,querida e "estrololosa" amiga blogueira!!!!
    Beijos de mim pra tu,minha tatuzinha!!!!

    ResponderExcluir

Nem sempre as poesias que posto tem a ver com o que estou passando ou sentido. Muitas vezes posto uma poesia pela sua beleza, ou então porque me toca, ou porque, de uma certa forma, me identifico com as palavras do poeta, e as visto.
Vista-se também!...