"A todos os visitantes de passagem por esse meu mundo de cores tão intensas... lhes desejo um bom entretenimento, seja através de textos com alto teor poético, das fotos de musas que emprestam suas belezas para compor esse espaço ou das notas da voz fascinante de Petra Magoni... que nem vejam passar o tempo e que voltem nem que seja por um momento!"

19 de nov de 2011

Foto do post... Jamari Lior




A passagem

Neste regaço chuva seca
Descanso minha alma
Sorumbática erva-de-orvalho
Á sombra de tua porta...
Onde já nem sequer me aguardas
Em sorrisos de girassol…

Ah!
Quimera que se foi, já-era
como os soluços terríveis do vento
deste vento que já não balança

Aqui havia… flores...

Flores que espalhavam olhos límpidos
Pendentes sobre violetas…

Sucumbiram!

Ah... nocturno Chopin
De aromas perturbantes
Traçados em partituras de jasmim
Roseiral... que já não dás rosas dantes
Já não és rendas de gramíneas pelos montes
Onde os meus sentidos se poisavam
Nos lençóis de pálpebras que desciam
Que te faziam ouvir passos…

... escuta amor... abre a porta. Sou Eu!
... já não há porta… e já não bato Eu!

Assiria

Um comentário:

  1. Grata Poetisa, é-me uma autêntica honra poder habitar neste espaço tão delicado, delicioso e belo: aroma a jasmim!

    Um beijinho
    da
    Assiria

    ResponderExcluir

Nem sempre as poesias que posto tem a ver com o que estou passando ou sentido. Muitas vezes posto uma poesia pela sua beleza, ou então porque me toca, ou porque, de uma certa forma, me identifico com as palavras do poeta, e as visto.
Vista-se também!...