"A todos os visitantes de passagem por esse meu mundo de cores tão intensas... lhes desejo um bom entretenimento, seja através de textos com alto teor poético, das fotos de musas que emprestam suas belezas para compor esse espaço ou das notas da voz fascinante de Petra Magoni... que nem vejam passar o tempo e que voltem nem que seja por um momento!"

12 de jan de 2012

Foto do post... Jamari Lior




Abrasão

É preciso sim se expor ao tempo
Bater todas as portas ao sair
É preciso caminhar no dilúvio
Examinar as suas imagens
Como numa catedral
E ser também um santo.

É preciso aproveitar a luz do raio
E como um animal com fome
Procurar os ninhos atrás dos lírios
E com os restos do banquete
Fecundar a lama onde os pés afundam.

É preciso seguir o fragor do trovão
Adentrar ao templo onde é criado
Estudar um a um os seus tambores
Ler cada partitura dessa sinfonia
E avançar ao fim do mundo.

É preciso penetrar a escuridão
Como um ladrão dissimulado
Sorver da sua maciez a quimera
E furtar-lhe a utopia da criação.

Dario Banas

Um comentário:

  1. Obrigado por publicar, Helena, é sempre alento e estimulo, alem, é claro, de ser um carinho. Um beijo.

    ResponderExcluir

Nem sempre as poesias que posto tem a ver com o que estou passando ou sentido. Muitas vezes posto uma poesia pela sua beleza, ou então porque me toca, ou porque, de uma certa forma, me identifico com as palavras do poeta, e as visto.
Vista-se também!...