"A todos os visitantes de passagem por esse meu mundo de cores tão intensas... lhes desejo um bom entretenimento, seja através de textos com alto teor poético, das fotos de musas que emprestam suas belezas para compor esse espaço ou das notas da voz fascinante de Petra Magoni... que nem vejam passar o tempo e que voltem nem que seja por um momento!"

25 de mar de 2012

Foto do post... Shirley Maclaine




Este riso...

Às vezes assusta-me este novo riso que tenho. Não que antes não risse, mas exactamente porque antes ria e este riso não ri. Apenas revérbero negro do que seria um sorriso se alguma alegria o tomasse. Só que não há alegria e o riso perpetua-se negro sob o céu pesado do olhar de outros que se perguntam e com razão: estará a ficar louco? Por mim nunca me coloquei a questão (é o olhar deles que me assusta). Nos dias a questão foi sempre outra: como sobreviver a esta dor sem pausa? Como atravessar este grito sem fim? É para ela que o riso é solução.

Jorge Roque

2 comentários:

  1. Oi Helena,

    Sim, as lágrimas insistem em cair, muitas... A dor com o tempo vai amenizando, mas é muito difícil lidar com a tristeza. Não sei se vou aprender, um dia... acho que sim. Você sabe: parece que falta um pedaço de nós...

    Beijos, grata pelo carinho.

    ResponderExcluir
  2. A vida é feita de tempos e momentos. Os risos não são sempre os mesmos, nem as dores, nem as alegrias. O nosso interior sabe identificar cada um deles.

    Beijinho Helena, tenha uma linda semana
    cvb

    ResponderExcluir

Nem sempre as poesias que posto tem a ver com o que estou passando ou sentido. Muitas vezes posto uma poesia pela sua beleza, ou então porque me toca, ou porque, de uma certa forma, me identifico com as palavras do poeta, e as visto.
Vista-se também!...