"A todos os visitantes de passagem por esse meu mundo de cores tão intensas... lhes desejo um bom entretenimento, seja através de textos com alto teor poético, das fotos de musas que emprestam suas belezas para compor esse espaço ou das notas da voz fascinante de Petra Magoni... que nem vejam passar o tempo e que voltem nem que seja por um momento!"

24 de ago de 2012

Foto do post... Brigitte Bardot




Sou filha do vento...
Doce na aragem da tarde fresca... suave...
Dedos leves acariciando o rosto que se embala na rede.
Porém... rude e selvagem...
Vendaval que açoita as matas nas madrugadas...
Espanta pássaros... desgalha árvores.
De frio crispo faces...
Provoco lágrimas!
Inconstante... imprevisível... determinada...
Alma sem ninho e sem parada.
Livre e apaixonada!
Amo a liberdade... e pago o seu preço...
Que é viver errante... desprovida de agasalho.
Não tenho amigos... companheiro... ou fixo endereço
Só laços rotos de saudade!
Vivo distante... ausente... peregrina em eterna viagem.
Pouso raro para um beijo... breve homenagem.
Presentes... não deixo...
Só levo adeus na bagagem!

Instável... mutante... insólita!
Brisa solitária... que... sem rumo... vaga.
Não se prende a nada!

Márcia.Dom

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Nem sempre as poesias que posto tem a ver com o que estou passando ou sentido. Muitas vezes posto uma poesia pela sua beleza, ou então porque me toca, ou porque, de uma certa forma, me identifico com as palavras do poeta, e as visto.
Vista-se também!...