"A todos os visitantes de passagem por esse meu mundo de cores tão intensas... lhes desejo um bom entretenimento, seja através de textos com alto teor poético, das fotos de musas que emprestam suas belezas para compor esse espaço ou das notas da voz fascinante de Petra Magoni... que nem vejam passar o tempo e que voltem nem que seja por um momento!"

19 de out de 2012

Foto do post... Marylin Monroe


 
 É uma e trinta 
meio corpo debruçado 
sobre a vida inteira. Despercebida 
uma estranha câimbra que nasce 
nas pernas. Brilha o que 
resta da lua. Os meus vazios 
procuram ritos, as minhas solidões 
estão sobre os sapatos 
que descalcei 
porque me cercava a sua pressão. 
Estou inteira como a vida que olho 
como a vida que me deixa 
me deixa meio corpo debruçado 
sobre ela.
 
 Concha García

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Nem sempre as poesias que posto tem a ver com o que estou passando ou sentido. Muitas vezes posto uma poesia pela sua beleza, ou então porque me toca, ou porque, de uma certa forma, me identifico com as palavras do poeta, e as visto.
Vista-se também!...