"A todos os visitantes de passagem por esse meu mundo de cores tão intensas... lhes desejo um bom entretenimento, seja através de textos com alto teor poético, das fotos de musas que emprestam suas belezas para compor esse espaço ou das notas da voz fascinante de Petra Magoni... que nem vejam passar o tempo e que voltem nem que seja por um momento!"

25 de jun de 2012

Foto do post... Guinevere van Seenus




O hóspede

veio de repente
e sem pedir licença
se fez hóspede da casa

na sala de visitas
pôs os pés sobre o sofá
e distraído adormeceu

por que tão tarde chegou
sem uma palavra
confortável na boca?

Velho desconhecido
que tanta mágoa descobre
nos quatro cofres da casa

rompeu meu silêncio
tomou a minha instante
meus livros minha cama

como tem medo de mim
amanheço o tempo na janela
adormecendo estrelas

Cid Seixas

24 de jun de 2012

Foto do post... (desconheço)




A fúria dos pores-do-sol

Algo
frio está no ar,
uma aura de gelo
e apatia
Todo o dia construí
uma vida inteira e agora
o sol afunda-se para
a desfazer.
O horizonte sangra
e chupa o seu polegar
o pequeno polegar vermelho
desaparece.
E eu interrogo-me sobre
esta vida inteira comigo,
este sonho que estou a viver.
E podia comer o céu
como uma maçã
mas prefiro
perguntar à primeira estrela:
porque estou aqui?
porque vivo nesta casa?
quem é o responsável?
hã?

Anne Sexton

23 de jun de 2012

Foto do post... Erin Jane Nelson




Há muito tempo perdi o pássaro da minha vida;
Fiz das minhas mãos gaiola para prendê-lo;
Mas parecia não mais possuir dedos pra contê-lo;
E no desespero fatal, esmaguei-o de afetos, de carinho...
Matei o pássaro dos meus sonhos!
Matei o pássaro do meu ninho!

Luiz Carlos de Oliveira Cerqueira

16 de jun de 2012

Foto do post... (desconheço)



Olá meus amigos e visitantes, estou ausente por motivo de saúde. Assim que estiver recuperada estarei por aqui, firme e forte, atualizando o blog.

Em todo esse tempo de ausência, vez ou outra passei por aqui, olhei os comentários que sempre me encheram de alegrias, principalmente por ver aqueles, que nunca desistiram de me visitar, de saber da minha saúde, de todos sinto saudades, até mesmo daqueles que por aqui passaram apenas uma vez...

A todos voces deixo a ternura de um abraço e esse texto que retrata a importância das pessoas que passam por nossas vidas...

Acaso

Cada um que passa em nossa vida,
passa sozinho, pois cada pessoa é única
e nenhuma substitui outra.
Cada um que passa em nossa vida,
passa sozinho, mas não vai só
nem nos deixa sós.
Leva um pouco de nós mesmos,
deixa um pouco de si mesmo.
Há os que levam muito,
mas há os que não levam nada.
Essa é a maior responsabilidade de nossa vida,
e a prova de que duas almas
não se encontram ao acaso.

Antoine de Saint-Exupéry